Batida Salve Todos

Banho de água fria.

Desafio você a tomar banho com balde de gelo e dizer bom dia ao seu porteiro toda vez que sair para trabalhar pela manhã.

Desafio todas as mães a tomarem banho de balde de gelo enquanto estacionam na esquina seguinte à escola dos filhos, evitando a fila dupla e o caos do trânsito.

Desafio todos a tomarem banho de balde de gelo e mesmo assim chegarem na hora marcada do compromisso. Seja ele profissional ou pessoal.

Desafio os homens a tomarem banho de balde de gelo e a jamais perguntarem “tá de TPM, é?”.

Desafio Victor a tomar banho de balde de gelo enquanto usa a pasta de dente sem apertar no meio e fechar (desafio duplo) com a tampa!

Desafio Rodrigo a tomar banho de balde de gelo, se enxugar e não deixar a toalha molhada na cama.

Desafio o próximo presidente do Brasil a tomar banho de balde de gelo e governar o país com menos promessas e mais respeito aos brasileiros. De banho frio na esperança estamos fartos.

Somos os pôneis malditos nessa viralização da auto-promoção. É essencial fazer parte do espírito de rebanho. No fim do dia, #somostodosmacacos e tomaremos quantos banhos de balde de gelo forem necessários, contanto que permaneçamos na timeline da vaidade global.

Desafio você a tomar banho de balde de gelo e não se molhar com a água de onde bebe o rebanho. Meu instagram inundou de vaidade e está encharcado de narcisismo.

Nem de água fria eu gosto.

Obs – As entidades responsáveis por promover o desafio do banho do balde de gelo, cujo objetivo era angariar fundos para apoiar pacientes e pesquisas sobre o ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) avisam que ainda esperam doações. Enquanto famosos e anônimos se exibem nas redes sociais com muita repercussão e pouca roupa, as doações são poucas e raras. Se você prefere banho morno à blusa branca molhada no instagram, mas mesmo assim quer ajudar, suas doações podem ser destinadas a Associação Pró-Cura da Ela e AbraELA.

Espírito de rebanho em preto e branco!

listras

Mais uma calça listrava e eu vou ter um a.v.c voluntário.

Porque, espíritos livres não usam fardas (ou, quando a influência vira praga).

listras2

O Espiríto de Rebanho ataca mais uma vez!

Somos “os karas” sob o efeito da droga da obediência.

Comemos, votamos, vestimos (principlamente vestimos) o que seu mestre mandou.

O livre-arbítrio boceja enquanto a gente finge que tem escolhas.

Negação, eu te amo!

Não quero ser alarmista, mas tá dominado.

Tá tudo dominado.

Moral da história: caveira é legal, mas já deu.

Saiu da validade e o Ministério da Individualidade adverte; zumbi de farda está fora de moda!

DICA: Quando até Ana Maria Braga está usando….

O Espírito de Rebanho ataca mais uma vez!