Batida Salve Todos

Para as mulheres de cabelos curtos!

Se você tem cabelos curtos (como eu) e faniquito de lavar três vezes por dia (como eu), deve ter fios oleosos na raiz e secos nas pontas (como eu)! E já que esse é nosso problema, pode olhar para suas pontas  ressecadas e dizer: “esse mundo é pequeno demais para nós duas!”.  A partir de hoje, um dia da semana do Batida Salve Todos será dedicado à dicas para cuidar da juba.

Pra começo de conversa: água demais estraga o cabelo. Já pensasse?  A explicação para isso parece uma aula de química; tem a ver com o cobre e minerais oxidantes presentes na água. Sabe o filme “dormindo com o inimigo”, pronto, na versão capilar você está tomando banho com o inimigo. E isso também serve para as rapunzeis e seus cabelões.

Temos duas opções: virar hippie anamauê e só lavar o cabelo nos solistícios de verão (jamais farei isso), ou usar shampoo com tecnologia antioxidante, como os da Pantene, que vêm com uma novidade ótima: uma fórmula que neutraliza e blinda contra os efeitos de minerais oxidantes nos fios!

Pantene1

Pantene2

Ah, e segundo estudos (e textos bestas que andei lendo recentemente), mulheres de cabelos curtos têm mais autoestima: “ mulher de cabelo curto não precisa de atestado protocolado em cartório para ser mulher…. Toda velha sensata se torna uma mulher de cabelo curto. Toda velha biruta mantém as crinas compridas, enormes, atrasando o processo darwinista de evolução da espécie.”

Li isso no blog Papo de Homem e acreditei na hora! Portanto, seguirei de cabelos curtos e agora, sem pontas ressecadas.

*Este post é um publieditorial.

3D

Sabe quando parece? Mas parece muito? Só que, ops, não é. Assim é a bolsa 3D, novidade que mistura tecnologia e design e que, o melhor, você compra por até 30 dólares online.

Bolsa3d

Bolsa3dB

bolsa3dC

Eu sei, perece que desenharam em cima da foto, certo? Not. As cores, o design e principalmente o formato (na verdade a bolsa é plana, como uma pasta ou capa para notebook), fazem com que a gente ache que é um desenho. Mas é uma bolsa.

bolsa3de

 

Para os pirraias carnavalescos/descolados.

ovo

A OVO  lança, neste domingo, dia 1 de Fevereiro, sua petit coleção de Carnaval lá  no primeiro andar do Barchef, onde a grife ocupa um espaço temporário nos meses de janeiro e fevereiro. Também estarão à venda a coleção da Estúdio Zero, as bijuterias fofas da Trocando em Miúdos e os acessórios de Ester Bispo, além das camisetas do bloco “Tá bom! A gente freva”.

ovocartaz

 

Uma obsessão: o vestido-coração de Valentino.

Nunca fui em um desfile de Valentino, nunca passei em frente a uma loja de Valentino e nunca imaginei ter vontade de usar um autêntico Valentino. Ele é cafona, caro, fora da minha realidade. Mas aí, eis que, do nada, sem precedentes, veio a coleção outono/inverno 2015 (que foi desfilado no começo de 2014). Nem novidade é, notem. Com a coleção veio o vestido-coração e eu fiquei obcecada. Tipo, saí da casinha. Obcecada, inclusive, desde Março do ano passado. Como daqui a pouco já faz aniversário, resolvi dividir com vocês minha vida de stalker de um vestido (que não sei se é amor, ou se é esse calor).

Exagero? Esperem até ver este vestido:

ValentinoVestidoCoracao

E como uma boa stalker, passei a perseguir o vestido por onde quer que ele fosse: tapetes vermelhos, eventos de moda, lançamentos de filmes, festas de Hollywood. Só não apareceu um em Recife ainda. Ufa, porque é capaz de eu me jogar em cima da pessoa que estiver usando, me abraçar com o vestido e  cantar: “bang, bang you shot me down”.

ValentinoReal2

Meu coração é (piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii).

red3blog

Tenho uma teoria: o Prefeito da Cidade do Recife e cantor de rádio nas horas vagas, Geraldo Júlio, saiu para tomar um café e o estagiário da Secretaria de Pegadinhas e Boatos (coisa que se leva muito a sério nesta cidade), aproveitando-se da ausência do excelentíssimo governante, se apoderou do computador do nobre político e espalhou um boato. Disse o recém contratado, em redes sociais, que a Prefeitura proibiu a execução da música  Vermelho no show de Fafá de Belém, que será realizado neste Carnaval, pois a mesma, tanto a cor como a música, estão associadas ao partido adversário.

Isto, fica claro, só pode ter sido trabalho de um estagiário. Nada justifica que, 30 anos após o fim da ditadura, uma censura de tal magnitude exista nesta tão simpática e quente (pra karalho) cidade.

Claro que o povo, coitado, alheio ao fato de que tal boato teria sido o trabalho malicioso de um funcionário recém-saído da faculdade, começou a especular sobre os desdobramentos desta tão provinciana decisão. Será que irão, na sequência, proibir minha fantasia de Chapeuzinho Vermelho?,  questionou a manicure Jéssica Jeniffer, do Ibura. O filme “ A Fraternidade é Vermelha” de Krzysztof Kieślowski terá sua exibição cancelada no Telecine Cult?, indagou o estudante de cinema Lucas, de Boa Viagem. Ainda posso usar o Vermelho Ivete, da Colorama, ou o Maça do Amor, da Risqué?, quis saber a dançarina Ingrid Macielly, do Jordão. Irá a policia militar usar óculos infra-vermelho para detectar olhos encarnados pós consumo semi-legalizado da maconha?, perguntou Jonny, do Espinheiro. Em minha defesa, disse o rapaz, a erva é verde! Mas o que não pode, respondeu a polícia, é o olho vermelho.

Enquanto isso os moderninhos do facebook, também sem saber da presepada do estagiário, marcam, em suas timelines, um mutirão para cantar Vermelho na abertura oficial do Carnaval, com ou sem o acompanhamento da voz da supracitada cantora. Mas se perguntam: e se Fafá, por costume, cantar junto, o que pode acontecer? E se ela só dublar, pode? Se cantarolar, apenas, tá valendo? A proibição também vale para assovio?

Eu, o que acho disso tudo?

Sou a Diana, não tenho partido, o meu partido é a liberdade (de expressão, inclusive).

E se o Prefeito achar ruim, dou um sobe som no “nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho, que hoje eu passei batom vermelho” , em outras palavras, PSB, pega tua censura e (piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii).

Se eu não cantar, eu choche.

#VaiTerVermelho e se reclamar #VaiTerDuasVezes (porque a gente adora um bis).

Este texto contém vocabulário inadequado para facistas e radicais de direita. Não recomendado para aqueles que vivem em uma democracia e lutam por liberdade de expressão. Senhores pais, tirem os ditadores da sala.

red2