Batida Salve Todos

Mix It With Brasil – Episódio 2

Misturamos o frevo do Recife com o xote do Sertão no segundo episódio do reality escocês-pernambucano. Os gringos piraram. Clica aí pra assistir.

Umas fotinhas do meu insta (@tetabarbosa) e outras que roubei lá da página da Ballantine’s (facebook.com/ballantinesbr).

ballafrevo

Seu voto vai pra quem?

Não sou dona de empresa nem nasci em berço de ouro. Não moro na parte mais desenvolvida e rica do Brasil nem sou homem-heterossexual que viaja para fora do país pelo menos uma vez por ano. Discordo da política, se assim se pode chamar, onde helicópteros com pasta de cocaína pousam em pistas privadas feitas com dinheiro público. Por isso, Aécio não me representa.

Não nasci no Coque nem na Linha do Tiro. Não frequentei escola pública muito menos precisei chegar num hospital `as 4 da manhã para pegar um ficha. Tenho plano de saúde (sou dessas). Precisei do transporte público pouquíssimas vezes, o que, contrariando minha aparente criação  pseudo-burguesa, acho uma pena. Fiz faculdade e tenho um emprego relativamente bom. Portanto, mesmo tendo um filho ainda em idade escolar, nunca precisei do bolsa-família. Por isso, Dilma, não necessariamente, me representa.

Marina e sua inconstância não me representam.

A histeria no Facebook e agressão entre amigos não me representam.

É bem nessa hora que você, classe média-média, assim como eu, percebe que seu voto não vai fazer diferença direta na sua vida. Que nada, na prática, vai mudar sua rotina.

E aí, tadahhhhhhhhh, a magia da democracia acontece. Você, de repente, percebe que talvez seja a hora, não de ser representada, mas de representar.

Que seu voto não é para e por você, mas pelo outro.

Já pensou que estranho?

Você pode representar o cara que nasceu no Coque, estudou em escola pública e acordou às 4 da manhã para pegar a ficha do raio X, ou o dono da empresa, seja ela de colchão ou de helicóptero com pasta de cocaína.

A resposta parece óbvia, a menos que Dado Dolabella ou Chiquinho Scarpa te representem.

Meu voto vai para Lia, que mora em Carpina, nunca foi à escola e trabalha varrendo quintal, por 2 Reais cada, das casas grandes do bairro. Ela depende do bolsa-família de Rebeka, 8 anos,  Renato, 10 anos, para comer.

Seu voto vai pra quem?

 

Boas Vindas #MixItWithBrasil

Os escoceses chegaram. Confere aí o episódio de boas vindas:

A correria é grande, mas a diversão também. Os gringos se misturaram geral e não querem ir embora mais nunca. E nem pense que só rolou programa turístico: fomos pro Alto José do Pinho, Morro da Conceição e um monte de lugar com cara de Recife de verdade! Aguarde no local que os próximos episódios estarão aqui em breve, muito breve.

Um pouquinho do making of e fotos dos bastidores:

Conheça melhor quem é quem:

mix1

Cheia de chinfra, fui buscar os gringos de limosine. #SeFuiPobreNãoMeLembro.

O look: blusa da Refazenda , saia C&A e sandália Corello

mixlimo

Os escoceses chegaram com a maior cara de escoceses! Com direito a Kilt e tudo mais, que, como eles explicaram, é como se fosse o paletó e gravata daqui. Disseram também que escocês macho de verdade usa kilt sem cueca por baixo. Se essa moda pega…

mix2

Já as gringas chegaram mais no clima Brasil: shorts e camisetas mais levinhas.

mix4

Sem muito tempo pra descansar, depois do aeroporto só deu tempo de tirar umas fotinhas e depois foi todo mundo se arrumar pra festinha de boas vindas.

mix6

Pra festa usei um vestido luxo e riqueza da Club Noir! Os escoceses? Não tiram o kilt por nada.

mixfesta

O processo criativo no Cais do Sertão.

Ele é o cara! Considerado o guru da criatividade e das artes, o professor Charles Watson vai ministrar curso no Recife sobre o processo criativo. Ele não vai te ensinar a ser criativo,mas provocar a reflexão sobre seus próprios processos de criação e trabalhar o “desbloqueio criativo”. Instigante. Se eu for colocar o curriculum dele aqui, não vai ter post que caiba, então dá um google aí que vale a pena.

As aulas vão acontecer de 17 a 19 de outubro, no Museu Cais do Sertão. As inscrições podem ser feitas na recepção do próprio museu.

#ficadica

watson

 

Mix it with Brasil!

Imagina 6  escoceses experimentando o Recife por 7 dias! A ideia é da Ballantine’s que, para lançar seu novo spirit drink, o Ballantine’s Brasil, resolveu fazer um reality show na mangue town. Porque o Recife? Porque aqui é a cidade, pasmem, que mais  consome whisky DO BRASIL.

Sim, mais um record da maior cidade pequena do mundo. Então o gringos, que entendem tudo de whisky, vêm se misturar com a gente que entende tudo de água de coco, sol, frevo, carnaval, feijoada, praia… e drinks, claro.

O que eu tenho a ver com isso? Vou ser a apresentadora-mediadora-PedroBial do reality. A partir de amanhã recebo os gringos no aeroporto e vou dar uma surra de cultura nordestina neles; mercado de São José, Olinda, Museu Cais do Sertão, caldinho de feijão na praia e mais um monte de lugar legal desse Recife que a gente ama. Entre um passeio e outro, os gringos vão ficar hospedados em uma mega casa no Paiva com TUDO sendo filmado e registrado. Como os escoceses vão se virar nesse calor e no meio de toda essa programação? É o que vocês vão assistir nos episódios que vão passar no youtube, na página da Ballantine’s e aqui no blog.

Aposto que esses escoceses vão sair daqui falando oxe, visse e bebendo Ballantine’s Brasil misturado com cajá, acerola e pitomba!

Para saber mais, clica AQUI.

*A notinha abaixo saiu no Social1 e eu acrescentei um foto roubada da Mensch e outra do Ballantine’s Brasil para vocês conhecerem.

ballantines